Fibrenamics organiza 3a edição da ICNF – International Conference on Natural Fibers

A Fibrenamics organizou, nos passados dias 21, 22 e 23 de junho, a terceira edição da ICNF – International Conference on Natural Fibers. Este evento internacional teve lugar no Hotel Meliá, em Braga, e foi um grande sucesso.

Advanced Materials for a Greener World foi o tema que deu o mote a esta edição da ICNF que contou com mais de 250 participantes oriundos de 40 países diferentes.

3 dias de fibra bem natural

No dia 20 de junho, os participantes e convidados da ICNF foram recebidos no jardim da Reitoria da Universidade do Minho, no Largo do Paço, em Braga, onde puderam usufruir de um momento de networking, acompanhado com música ambiente.

O primeiro dia da ICNF (21 de junho) foi marcado pela sessão inaugural da conferência, que contou com a presença do Reitor da Universidade do Minho, António Cunha, do Presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, e do coordenador da Fibrenamics, Raul Fangueiro.

Após esta sessão, a conferência organizou-se sempre da mesma forma: a primeira sessão da manhã era dedicada a uma “keynote session”, onde um orador convidado dispunha de trinta minutos para abordar questões de interesse relacionadas com a temática do evento. Após estes momentos, os participantes dividiam-se por três salas distintas, de forma a assistirem às sessões paralelas.

No final de cada dia todos os participantes tiveram a oportunidade de usufruir de um programa social. No dia 21 este programa consistiu numa visita guiada até ao Bom Jesus, um dos ex-libris da cidade de Braga. O jantar de gala da conferência decorreu no dia 22 também no Bom Jesus. Nesse jantar, toda a gente teve a oportunidade de usufruir de um momento de descontração onde a música e a boa disposição foram as rainhas da noite. Por fim, na tarde do dia 23 a proposta social consistiu num citytour pela cidade de Braga, acompanhado pelos festejos do S. João.

Natural Fibrenamics Green Award Project

Para além das salas onde decorriam as sessões paralelas, o projeto Fibrenamics Green teve direito a uma sala com nome próprio onde decorreram as exposições dos protótipos a concurso para o Natural Fibrenamics Green Award Project.

Ao longo dos três dias, empresas e investigadores puderam expor e dar a conhecer os seus projetos que foram, posteriormente, avaliados por um júri internacional constituído por especialistas de renome da área das fibras naturais.

O vencedor do concurso foi o projeto Smart-Bed, promovido pela empresa LASA. Nas palavras dos responsáveis pelo projeto, este momento foi de extrema importância na medida em que “foi muito importante perceber que as pessoas percebem e reconhecem o nosso trabalho”.

Um balanço extremamente positivo

Tal como referido anteriormente, a ICNF 2017 foi um grande sucesso. Desde oradores, passando por expositores, até aos participantes e aos organizadores, a opinião foi unânime: a ICNF foi um evento de muita qualidade.

Um dos principais pontos a salientar desta ICNF está relacionado com a criação de um grupo de networking de excelência na área das fibras naturais, que, segundo Raul Fangueiro, será uma estrutura de extrema importância na criação de sinergias entre investigadores de todo o mundo nesta área e que “permitirá a transferência de conhecimento da área científica para o mercado sob a forma de produtos inovadores”.

Joana Curto, docente na Universidade da Beira Interior, afirmou que a conferência foi muito interessante. “Os tópicos de investigação são muito amplos e profundamente analisados pelos melhores investigadores da área. É muito importante para a ciência e para os investigadores ter a oportunidade de trocar ideias, aprender mais, discutir isso pessoalmente. A conferência foi excelente”, referiu ainda.

Por sua vez, Anett Kondor da Surface Measurement Systems, participante e expositora, mencionou que, apesar de ser a sua primeira participação, adorou a conferência. “Eu gostei muito da organização e de todas as sessões. Adorei os programas sociais”, acrescenta ainda.

Claudia A. Echeverria da Universidade de New South Wales considerou a ICNF “soberba”. Além de ter assistido às diversas sessões da conferência, Claudia foi uma das participantes do Natural Fibrenamics Green Award Project. “Gostava que a conferência tivesse uma duração maior. Um dia mais e seria fenomenal”, garante a investigadora.

Raul Fangueiro, coordenador da Fibrenamics e chair do evento, mostrou-se muito satisfeito com o resultado desta terceira edição da ICNF, “foi uma conferência de sucesso, quer do ponto de vistas científico, quer no que diz respeito ao networking gerado”.

Para 2019, espera-se a organização da quarta edição da ICNF. O local ainda não está decidido, no entanto existem já diversas manifestações de interesse de vários parceiros internacionais para receberem a organização da ICNF2019.